Conheça os filmes resultantes da 8a Oficina de Audiovisual NUPEPA/ImaRgens - ICNOVA/LAPS

No dia 25 de Agosto foi feita mostra interna dos filmes produzidos no contexto da 8a Oficina de Audiovisual

NUPEPA/ImaRgens - ICNOVA/LAPS. Um grupo de sessenta participantes foi responsávei pela produção de catorze filmes de diferentes gêneros e estilos que totalizaram em duração pouco mais de 112 minutos.


Os filmes podem ser vistos no canal do YouTube do NUPEPA/ImaRgens - ICNOVA/LAPS. O projeto é resultante da oficina apoiada pelo Instituto de Comunicação da Universidade Nova de Lisboa e o Laboratório de Pesquisa Social da Universidade de São Paulo.


Veja logo abaixo os filmes resultantes da oitava oficina (você pode acessar o conteúdo também pelo canal do YouTube do ImaRgens clicando aqui):


O Contínuo da Vida


Francisco reside sozinho em um apartamento localizado no Rio de Janeiro, colecionador de móveis antigos feitos de madeira - pelo qual demonstra um enorme apreço – traz consigo grandes histórias, desde sua infância à juventude até uma breve volta ao passado, nos presenteando com relatos e recordações históricas de uma vida cheia de luta e resistência.

Rua Tchecoslováquia


Em uma rua deserta, um homem solitário luta contra seus medos e anseios. O caminho se torna repetitivo a rotina insuportável, e as ilusões nunca cessam. Mas tudo tem um limite, até mesmo a sanidade.

Orixás não dormem


Beleza, alegria e espiritualidade se encontram no ritual do Candomblé e mostram a força e a resistência dos movimentos negros, enquanto a arte e a religião encontram um denominador comum. A Praça dos Orixás, em Brasília (DF), e o Terreiro Ilê Axé Angola Megemulebaonan, em Dourados (MS) são dois lugares de Axé que estão conectados pela trilha sonora, do próprio Terreiro, pelo dia e pela noite e pelos corpos que dançam, reverenciam e se ofertam aos Orixás.

Vozes Guerreiras


Esse Filme é um esforço coletivo para trazer as Vozes de mulheres guerreiras à Luz.

Revés


Quem são os heróis da nossa história e o que eles ocultam? Alguns dos elementos que compõem a paisagem da cidade preservam um passado de exploração, opressão e extermínio. Todavia, este lado da história segue escondido sob essas imagens, construídas a partir de noções de glória e progresso. Buscamos discutir a idealização de falsos heróis, reconhecendo seu verdadeiro legado, e apresentando o corpo humano vivo como agente ativo que encara e movimenta esse revés dos espaços públicos.

Falácias


Atualmente, o Brasil vive um momento de muito questionamento, quando se refere à verdade dos fatos. O negacionismo imergiu em diversos âmbitos: no histórico, no meio ambiente, no científico, no identitário e no diplomático, promovendo o questionamento dos fatos e o revisionismo histórico. Embora, tais acontecimentos tenham comprovação documental, além de arquivos que demonstram como essa negação se encontra em um marco construído a partir de mentiras, de ilusões e da subversão da realidade, o negacionismo vem ganhando mais força em nossa sociedade. O documentário Falácias, por sua vez, traz algumas dessas inverdades, através de um olhar refutador, que tem como objetivo contrapor falas e imagens. O curta mostra que o negacionismo é atemporal e como a fala é usada como instrumento retórico, se valendo de pseudoargumentos para recontar os fatos. Assim, Falácias demonstra como o negacionismo que mantém no presente, convergindo com passado nas falas, mas divergindo na veracidade dos acontecimentos.

Manifesto à Vulnerabilidade


É um manifesto à vulnerabilidade reconhecendo que o nosso corpo sente as interferências internas e externas às quais somos surpreendidos e submetidos pelo simples fatos de existirmos. O "Não toque" deixou de ser algo arrogante e passou a ser a regra. A casa virou todo o nosso mundo. O nosso universo se fechou em 4 paredes e o nosso corpo sentiu fortemente cada emoção que emergiu.

Retratos de Espelhos


Um animador frustrado que passa por um bloqueio criativo e problemas com autoaceitação precisa encontrar a forma menos dolorosa de criar um projeto de autoretrato para participar de um importante concurso.

Herança Ancestral


Este filme conta a história de Fabiane, uma jovem que tem um segredo de família, que acaba sendo revelado após passar por algumas situações com o namorado. Produzido por acadêmicos da Universidade do Estado da Bahia, Conceição do Coité, Campus XIV, Comunicação Social - Rádio/TV.

Cito, Longe, Tarde


Cinco pessoas em lugares diferentes interagem com os espaços internos e externos durante a pandemia, registrando e traduzindo a maneira como experimentaram esse momento, enquanto refletem e dão significado às observações feitas pelas janelas, terraços e nas andanças pela cidade.

Mitomania


Se mitomania é hábito compulsivo de mentir, a mentira patológica, a mania do Mito, o filme Mitomania é uma fabulação que questiona a realidade composta pelas pequenas-grandes mentiras que enfrentamos e contamos rotineiramente. Apresenta uma estética narrativa com imagens cotidianas, produzindo uma visualidade que poderia lembrar a casa de algum parente próximo, de uma tia, mãe ou avó, de maneira a construir o ambiente do qual as personagens conversam sobre mentiras da vida. O diálogo despretensioso de duas comadres que observam o mundo pela fresta da calçada de casa, permeia entre as lorotas políticas, mudanças dos tempos, desinformação e a falsa sensação de que tudo vai melhorar.

Ausências


O filme retrata 3 perspectivas de solidão, ambas situadas num mesmo dia desde o início da pandemia mas em três cidades diferentes: São Paulo (BRA), Brasília (BRA) e Aveiro (POR).

Arte, cultura e educação: vozes


As vozes de resistência no campo cultural e educacional, relatando as dificuldades que vivenciam antes e durante a pandemia.

Cidade Entre Muros Segregação Socioespacial


Cidade Entre Muros: Segregação Socioespacial" versa sobre condomínios horizontais fechados e as problemáticas que ocorrem com a ocupação desigual do solo urbano e das formas hierárquicas das relações de poder. A história retrata o surgimento de Aldeia da Serra, na região de Alphaville, uma aldeia isolada e repleta de lagos no alto da serra, contendo 05 residenciais em seu interior e mantida conforme o projeto original desde 1981, sem expansão. O surgimento do bairro na região contrapõe a consolidação dos residenciais Alphaville, do mesmo idealizador, na parte debaixo da serra, gerando uma dispersão urbana sem fim.


Convidamos você para companhar os preparativos para o IV Festival e Mostra de Audiovisual do NUPEPA/ImaRgens - ICNOVA/LAPS que ocorrerá entre os dias 04 e 10 de Novembro. Para mais informações acesse o link do evento: https://sdiscenteppgsusp.wixsite.com/seminarioppgsusp2021

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square